top of page
  • Foto do escritorEtec de Ibitinga

PÊNDULO DIONÍSIO E APOLO

Atualizado: 23 de jun. de 2022



DATA: 09/04/2021 - As Escolas Literárias (ou Movimentos Literários) alternam, durante o passar do tempo, entre duas linhas de pensamento e estilo distintas, a linha Dionisíaca (derivada do nome do deus grego Dionísio) e Apolínea (derivada do nome do deus grego Apolo), vamos conhecer um pouco sobre elas.


ORIGEM

A origem dos conceitos Apolíneo e Dionisíaco é comumente associada ao filósofo alemão Friedrich Nietzsche (que aparecem em seu livro O Nascimento da Tragédia de 1872), porém os termos já haviam sido utilizados anteriormente no pensamento alemão, como pelo poeta Hölderlin e pelo historiador Winckelmann. Nietzsche falava em seu livro dos Kunsttriebe ("impulsos artísticos") Apolíneo e Dionisíaco (que podem ser ampliados a outras formas de expressão artísticas).

Trecho de O Nascimento da Tragédia (Nietzsche, 1872)

DIONISÍACO

O nome tem origem no deus grego Dionísio (ou Baco, entre os romanos), que segundo a mitologia era filho do deus Zeus com a princesa humana Sêmele, era o deus do Vinho, representava os ciclos vitais, as festas, o caos e a loucura, estava ligado a origem do teatro grego.

Caravaggio (Baco)

Já para Nietzsche, a visão Dionisíaca era caracterizada por uma postura emocional, instintiva, subjetiva, obscura, idealista, que se associava ao gênero lírico.


APOLÍNEO

O nome tem origem no deus grego Apolo (ou Febo, entre os romanos), que segundo a mitologia era filho dos deuses Zeus e Leto, irmão gêmeo de Artêmis (deusa da caça e da Lua), e que por sua vez era o deus do Sol e representava a perfeição, a beleza, a razão, o equilíbrio e a harmonia.

Nicolas-Guy Brenet (Apolo coroando as Artes)

Segundo Nietzsche a visão estética Apolínea caracteriza-se pela ênfase a uma postura objetiva, lógica, racional, clara, analítica, baseada no mundo real, que ele associava aos gêneros literários dramático e épico.

PÊNDULO LITERÁRIO

Então, ao olharmos as Escolas Literárias, ao longo de seu percurso histórico, poderemos observar uma alternância, como num pêndulo de um relógio, os autores ora adotando uma visão analítica e objetiva, Apolínea, ora uma visão emocional e subjetiva, Dionisíaca.

Porém é preciso levar em conta que estes ciclos de pensamento e estilo por vezes geram movimentos com características que são mais óbvias e claras, contudo, nos momentos de transição entre estes movimentos, estas características são mais difusas, sendo portanto difícil de encaixar as escolas destes momentos em um estilo apolíneo ou dionisíaco, por exemplo, o Rococó carrega consigo ainda um pouco do que foi o Barroco (Dionisíaco) e traz algumas características do que virá a ser o Arcadismo (Apolíneo).

Escola Literárias e Alternância (Dionísio e Apolo)

FONTES:

• Disponível em <https://pt.wikipedia.org/wiki/Apol%C3%ADneo_e_Dionis%C3%ADaco> Acesso em 23.02.2021;


1.165 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page