top of page
  • Foto do escritorEtec de Ibitinga

TABELA PERIÓDICA

Atualizado: 14 de mai. de 2021



DATA: 10/06/2020 - Vamos juntos desvendar a Tabela Periódica:


BREVE HISTÓRICO:

• 1829 - Dobereiner (alemão) reúne os elementos em grupos de 3 (três), chamados Tríades. A massa atômica de um elemento era aproximadamente a média aritmética das massa dos outros 2 (dois) elementos.

• 1863 - Chancourtois (francês) coloca os elementos em ordem crescente de massa atômica formando uma espiral na superfície de um cilindro, que chamaram de Parafuso Telúrico.

• 1864 - Newlands (britânico) põem os elementos em colunas verticais com 7 (sete) elementos cada, em ordem crescente de massa atômica, ele constata que de 7 de 7 os elementos apresentavam propriedades repetidas, a chamada Lei das Oitavas.

• 1869 - Mendeleiev (russo) organiza os elementos também em ordem crescente de massa atômica, divididos em 8 (oito) colunas verticais e 12 (doze) linhas horizontais, constando que à medida que aumentava a massa encontrava propriedades semelhantes entre os elementos. Esta é a base da Tabela Periódica Moderna que em 2019 completou 150 anos.


TABELA PERIÓDICA:

A Tabela Moderna apresenta 118 elementos químicos colocados em ordem crescente de número atômico, organizados em linhas horizontais, numeradas de 1 a 7, e que recebem o nome de Períodos, e em colunas verticais, numeradas de 1 a 18, e que recebem o nome de Grupos (anteriormente os Grupos eram chamados de Famílias, mas a IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) não recomenda esta nomenclatura desde a década de 1990). Observa-se que os elementos que formam um grupo compartilham propriedades semelhantes, porém, estas propriedades são diferentes nos elementos que formam um período.

(basta clicar na imagem acima para baixar a Tabela em pdf)


ELEMENTOS QUÍMICOS:

Vamos ver como os elementos químicos são apresentados na Tabela Periódica:

1) NÚMERO ATÔMICO (Z): Ele representa o número de prótons (p) (partícula com carga elétrica positiva) que um elemento tem em seu núcleo. Sendo assim, como o Na (sódio) apresenta número atômico 11 (onze) isto quer dizer que em seu núcleo podem ser encontrados 11 prótons. Expressando isto numa fórmula, Z = p -> Z = 11.

2) SÍMBOLO QUÍMICO: Ele representa o elemento químico graficamente, é formado por uma 1ª (primeira) letra sempre maiúscula, e se necessário, por uma 2ª (segunda) letra sempre minúscula, que são a abreviação do seu nome em grego ou em latim. P. ex.: H (Hidrogênio, do latim Hidrogenium), K (Potássio, do grego Kalium), Na (Sódio, do latim Natrium), Au (Ouro, do latim Aurum), etc.

3) NOME: Ele representa o nome pelo qual o elemento químico é conhecido em português.

4) MASSA ATÔMICA:

Primeiramente, vamos conhecer o conceito de NUMERO DE MASSA (A), ele representa a soma do número de prótons (p) (lembrando que Z = p) e do número de nêutrons (n) (partícula com carga elétrica neutra) que podem ser encontrados no núcleo de um elemento químico.

Tomemos como exemplo, o átomo do elemento químico Oxigênio, ele possui em seu núcleo 8 (oito) prótons, e a mesma quantidade de nêutrons, isto é 8 (oito) nêutrons, então a Número de Massa (A) do Oxigênio é 16. Expressando isto numa fórmula, Número de Massa (A) = Número de Prótons (p) + Número de Nêutrons (n) -> A = p + n -> A = Z + n -> A = 8 + 8 -> A = 16.

De onde podemos deduzir portanto que, A = Z + n-> n = A - Z.

Porém, ao verificarmos na Tabela não vamos encontrar o Número de Massa, mas sim a MASSA ATÔMICA do Oxigênio que é 15,999, um número muito próximo a 16, isto ocorre por que há uma pequena diferença entre Número de Massa e Massa Atômica. Uma vez que a massa dos elétrons (partícula com carga elétrica negativa) que formam um átomo é praticamente desprezível, a soma dos números de prótons e de nêutrons que formam o núcleo de um átomo forma seu número de massa e também praticamente sua massa total. Ao fazermos o arredondamento (aproximação) da massa do Oxigênio de 15,999 para 16, igualamos a sua Massa Atômica ao seu Número de Massa (A), desfazendo esta diferença.

Isto ocorre por que um mesmo elemento químico pode possuir vários isótopos, isto é, átomos que possuem o mesmo número de prótons (Z), porém com diferente número de nêutrons, o que os leva a terem uma Massa Atômica diferente. Sendo assim a Massa Atômica de um elemento que é demonstrada na Tabela corresponde a média das massas atômicas dos isótopos mais comuns desse elemento químico, ponderada por sua ocorrência na natureza.

Vamos voltar ao Oxigênio, ele possui 3 (três) isótopos mais abundantes na natureza, como veremos a seguir:

Como mostrado acima:

Dizemos então que a Massa Atômica do Oxigênio é 15,999, ou aproximadamente, 16 u ( "u" = unidade de massa atômica, que corresponde a 1/12 (um doze avos) da massa do isótopo de Carbono-12, ou seja ela indica quantas vezes a massa de um átomo é maior que 1/12 da massa de Carbono-12, p. ex., ao dizermos que a massa atômica do Oxigênio é 16, queremos dizer que ele é 16 vezes "mais pesado" que 1/12 da massa do Carbono-12).

GRUPOS:

Como foi dito anteriormente, os elementos químicos que formam um Grupo compartilham propriedades semelhantes, por este motivo os Grupos recebem nomes específicos, que caracterizam um conjunto de elementos, que é importante conhecermos (junto você encontrará dicas de como lembrar dos grupos mais importantes e seus elementos):

• Grupo 1 - Metais Alcalinos:

Hidrogênio (H), Lítio(Li), Sódio(Na), Potássio(K), Rubídio(Rb), Césio(Cs), e Frâncio(Fr).

(Hoje Li Na Kama Robson Crusoé em Francês.)

• Grupo 2 - Metais Alcalinos-Terrosos:

Berílio(Be), Magnésio(Mg), Cálcio(Ca), Estrôncio(Sr), Bário(Ba) e Rádio(Ra).

(Bela Margarida Casou com Senhor BaRão.)

• Grupo 3 ao Grupo 15:

Os Grupos recebem o nome do primeiro elemento da coluna vertical, p. ex.: Grupo 3 - Grupo do Escândio(Sc),..., Grupo 15 - Grupo do Nitrogênio(N).

• Grupo 16 - Calcogênios:

Oxigênio(O), Enxofre(S), Selênio(Se), Telúrio(Te), Polônio(Po) e Livermório(Lv).

(OS SeTe Porquinhos Livres).

• Grupo 17 - Halogênios:

Flúor(F), Cloro(Cl), Bromo(Br), Iodo(I), Astato(At) e Tennesso(Te).

(Foi Cláudio o Bravo que Invadiu Atenas Tenso).

• Grupo 18 - Gases Nobres:

Hélio(He), Neônio(Ne), Argônio(Ar), Criptônio(Kr), Xenônio(Xe), Radônio(Rn) e Oganessônio(Og).

(Helio Negou Arroz a Kristina e foi a Xerém com Renata Olga.)


METAIS, AMETAIS, SEMIMETAIS, GASES NOBRES E HIDROGÊNIO:

Os elementos químicos podem também ser organizados de acordo com as propriedades físicas semelhantes que possuem entre si, da seguinte forma:

METAIS: Fazem parte do Grupo dos Metais: Metais Alcalinos, Metais Alcalino-Terrosos, Metais de Transição Externa e de Transição Interna (Lantanídeos e Actinídeos), e Outros Metais. Estes elementos compartilham as seguintes propriedades: Brilhantes (refletem a luz quando esta incide neles), Tilintam (isto é, quando batidos produzem som igual a de um sino badalando), Condutibilidade (são bons condutores de eletricidade e calor), Maleabilidade e Ductibilidade (isto significa que são capazes de se moldarem em lâminas, chapas e fios), Eletropositivos (tem facilidade para formar cátions, espécies com carga positiva), praticamente todos encontram-se no Estado Sólido (isto devido ao seu alto ponto de fusão (passagem do estado sólido para o líquido) e ebulição (passagem do estado líquido para o gasoso), a exceção do Mercúrio, que é o único metal Líquido em temperatura ambiente).

AMETAIS: Chamados também de Não Metais estes elementos químicos tem características opostas aos dos elementos do Grupo dos Metais, que são elas: Opacos (não possuem brilho), Não tilintam, Isolantes (não são bons condutores de eletricidade e calor), Quebradiços (se desfazem em pedaços com facilidade), Eletronegativos (tem facilidade para formar ânions, espécies com carga negativa), Podem ser encontrados nos 3 (três) Estados (Sólido, Líquido e Gasoso).

SEMIMETAIS: Os semimetais são elementos químicos que apresentam tanto características dos Metais como dos Ametais, eles são como um grupo intermediário entre este dois outros grupos, por exemplo: Brilhantes (como os Metais), Quebradiços (como os Ametais), Podem formar tanto Cátions (Metais) quanto Ânions (Ametais) a depender da situação, Semicondutores (Metais são bons condutores e Ametais são maus condutores).

GASES NOBRES: Todos são encontrados em estado Gasoso em temperatura ambiente (por isso o nome "Gases"), em condições normais são elementos muito estáveis e por isso pouco reagentes, isto é, não formam compostos naturalmente, desse modo são encontrados na sua forma isolada na natureza (por isso o adjetivo "Nobres").

HIDROGÊNIO: O hidrogênio acaba sendo enquadrado em alguns grupos da Tabela Periódica, mas é um elemento bastante peculiar, é o mais abundante do Universo, em temperatura ambiente é um gás incolor (sem cor), inflamável e inodoro (sem cheiro).


PROPRIEDADES PERIÓDICAS:

São aquelas cujos valores aumentam e diminuem sucessivamente, a medida que o número atômico aumenta, ou seja em períodos regulares, são elas:

• 1) RAIO ATÔMICO: É a metade da distância entre os núcleos de dois átomos de um mesmo elemento, sem estarem unidos e levando se em conta os átomos sendo esferas. Aumenta de cima para baixo (▼) e da direita para a esquerda (◄).


2) ELETROPOSITIVIDADE: É a tendência do átomo em perder elétrons. Aumenta de cima para baixo (▼) e da direita para a esquerda (◄). (a exceção dos Gases Nobres)




• 3) ELETRONEGATIVIDADE: É a tendência do átomo em ganhar elétrons. Aumenta de baixo para cima (▲) e da esquerda para a direita (►). (a exceção dos Gases Nobres)




• 4) POTENCIAL (ENERGIA) DE IONIZAÇÃO: É a energia mínima necessária para retirar um elétron da última camada de um átomo no estado gasoso. Aumenta de baixo para

cima (▲) e da esquerda para a direita (►).




• 5) AFINIDADE ELETRÔNICA (ELETROAFINIDADE): É energia envolvida quando um elétron é adicionado a um átomo. Aumenta de baixo para cima (▲) e da esquerda para a direita (►). (a exceção

dos Gases Nobres)



6) VOLUME ATÔMICO (V.A.): É o volume ocupado por 1 (um) mol de átomos (ou 6,02 . 10^23 átomos - Constante de Avogrado) de um elemento. Pode ser expresso pela fórmula: V.A. é igual massa molar dividida pela densidade do átomo no estado sólido. Aumenta de cima para baixo (▼) e do centro para as extremidades (◄•►).


6) PONTO DE FUSÃO E EBULIÇÃO: São respectivamente, as temperaturas em que os materiais passam do estado sólido para o líquido (Fusão) e do estado líquido para o gasoso (Ebulição), ou a temperatura máxima em que o líquido pode permanecer nesse estado físico em uma determinada pressão. Do lado esquerdo da Tabela, aumenta de baixo para cima (▲) e da extremidade para o centro (►•). Do lado direito da Tabela, aumenta de cima para baixo (▼) e da extremidade para o centro (•◄).


PROPRIEDADES APERIÓDICAS: São aquelas cujos valores variam a medida que o número atômico aumenta, mas não de acordo com a Tabela, ou seja em períodos não regulares, são elas: massa atômica, calor específico, índice de refração e dureza.


Links de referência:

13.167 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2件のコメント


Elton Costa
Elton Costa
2021年10月04日

Tabela periódica tem um erro.

いいね!
Willian De Amorim Camargo
Willian De Amorim Camargo
2021年10月20日
返信先

Onde se encontra o erro para podermos conferir e corrigir?

いいね!
bottom of page