top of page
  • Foto do escritorEtec de Ibitinga

SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922



DATA: 15/02/2022 - Em 2022 comemoram-se o 100 anos da Semana de Arte Moderna de 2022, vamos saber um pouco mais sobre este movimento. A Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 22, ocorreu entre os dias 13 e 17 de fevereiro de 1922, no Teatro Municipal da cidade de São Paulo. Sendo que cada um dos dias da semana foi dedicado A um tema, Pintura, Escultura, Poesia, Literatura e Música, contando para isso com apresentações de dança e música, recitais de poesias, exposição de artes e palestras.

Teatro Municipal de São Paulo

Entre os principais nomes da Semana de 22 estavam o escritor Mário de Andrade, o seu irmão e também escritor, Oswald de Andrade, e o pintor Di Cavalcanti, mas contou também com a participação de, Anita Malfatti, Graça Aranha, Guilherme de Almeida, Heitor Villa-Lobos, Menotti Del Picchia, Plínio Salgado, Sérgio Milliet, Tácito de Almeida, Víctor Brecheret, entre outros.


Cartaz da Semana de 22 de Di Cavalcanti

O movimento, no Brasil, era muito inspirado pelas Vanguardas Artísticas que estavam acontecendo na Europa, como o Cubismo, o Expressionismo e o Futurismo. A Revolução Industrial havia transformada a sociedade humana como um todo e isto também estava se refletindo nas Artes, que agora propunham uma expressão artística desprovidas de regras, num rompimento com o rigor anteriormente imposto pelas Academias de Artes.

Quadro "A Boba" da pintora Anita Malfatti.

A Semana de Arte Moderna marca o início do movimento Modernista no Brasil, propondo uma renovação nas artes por meio da experimentação, da busca por uma identidade nacional artística, ou seja, brasileira, da liberdade de expressão, do distanciamento do passado, representado pela estética do Século XIX, uma nova abordagem também sobre os processos artísticos, como por exemplo, a declamação de poesias, que antes eram apresentadas de forma escrita, ou mesmo na música, com os concertos, onde tínhamos cantores acompanhados por uma orquestras sinfônicas, algo que era inovador para a época.


Trecho de "Os Sapos", poema de Manuel Bandeira

Na época em que aconteceu, o Semana de 22 não foi compreendida, recebendo duras críticas, uma vez que o cenário nacional não era propício as novidades que foram apresentadas, o Brasil naquela época, estava politicamente inserido na República Velha, a elite agrária paulista, cafeicultora, e a elite agrária mineira, produtora de leite, é quem controlavam o país, e eles estavam muito vinculados a estética tradicional européia do Século XIX.

Foi só então com o passar do tempo que a Semana de Arte Moderna se tornou reconhecida como um dos mais importantes marcos da História Cultural do Brasil, servindo de base para diversos movimentos artísticos ao longo do século, reverberando até as últimas décadas do Século XX, em movimentos como a Bossa Nova, o Tropicalismo e a Lira Paulistana.


FONTES:

70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page